LAGUNA.

NÃO VERÁS LUGAR COMO ESTE.
AMA DE VERDADE
A TERRA EM QUE NASCESTE

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

ENTRE DESPEDIDAS

Gaivotas em Laguna - foto Márcio José Rodrigues
por Jacqueline Aisenman *




 ”Entre as rotineiras, casuais, inesperadas, fáceis, árduas,temporárias, definitivas, voluntárias, indesejadas...Passamos nossa vida entre despedidas.

As que nem se percebe, pouco ou nada causam; outras deixam sensações que podem ou não durar. E tem aquelas que marcam tão forte como se um ferro quente cravasse nosso coração.
Despedimo-nos de pessoas e animais (ai, estas despedidas tantas vezes cruéis!); despedimo-nos de épocas (adeus infância, adeus juventude, adeus...); despedimo-nos de fatos (saudades depois?) e mesmo de objetos (aquela blusa que eu usava quando te conheci, o vestido daquele baile...).

Despedidas são sempre despedidas, e é nossa maneira de encará-las que lhes dará a real densidade. Mas no fundo, o que importa é que as despedidas são idas, e as idas sempre trazem voltas. Senão do mesmo, do novo que irá nos confortar ou ao menos suavizar o sofrimento que a ausência provoca tantas vezes.”


* Escritora e poeta brasileira nascida em Laguna, hoje residente em Genebra, Suíça.
Entre várias publicações teve seu recente livro de contos "Lata de Conserva" premiado pela Academia Catarinense de Letras. Mantém várias publicações eletrônicas, como blogs e a revista "Varal do Brasil(também lançado em duas edições impressas), onde prioriza os autores brasileiros. 
 Empreendedora e apaixonada por escrever, abriu em Genebra recentemente a LIVRARIA DO VARAL que acolhe os escritores conterrâneos.

postagem Márcio José Rodriguses