LAGUNA.

NÃO VERÁS LUGAR COMO ESTE.
AMA DE VERDADE
A TERRA EM QUE NASCESTE

domingo, 7 de setembro de 2014

UMA AGRADÁVEL TARDE DE AUTÓGRAFOS

                         texto márcio josé rodrigues
                         fotos CEMJ

Em fins de agosto (terça-feira, 26) fizemos uma visita a uma sala de aula de uma importante escola de Santa Catarina em Florianópolis, o Centro Educacional Menino Jesus, referência em educação e ensino em nossa capital.

A missão era fazer uma pequena palestra para cerca de 20 alunos do 4º ano F, exatamente a turma de nosso neto Fernando. 
O tema, Laguna, suas belezas naturais, um pouco de sua história, seus sambaquis, a cidade, seus botos e baleias.
De início tive uma advertência, quando perguntei o tempo de que disporia, que poderia ser de até 45 minutos, mas que eu não reparasse, pois dificilmente manteria a turminha atenta por mais de quinze minutos. 

Desde a chegada, a recepção foi cordial e fidalga desde a orientação escolar até a professora Maria da Graça e uma turminha linda de meninos e meninas, espertos e de olhos brilhantes, desafiadores, de quem anda pelos dez anos de idade.
Sentaram-se em semi-círculo no piso da sala de aula e aí começamos a conversar;  conversar mesmo, pois ouviam atentos e perguntavam, queriam saber mais e também contar sobre seus próprios conhecimentos.

Os quinze minutos escoaram sem sem a gente perceber. 
Fui despertado com umas cutucadas de minha secretária, Vó Gracinha, alertando que estava passando do limite dos 45 minutos. Tivemos que encerrar a tarde maravilhosa com eles, não antes de improvisar uma sessão de autógrafos quando os presenteei com exemplades de meu livro de contos "Antônio dos Botos", com direito até a cobertura fotográfica pelo fotógrafo da escola. 


No fim fomos presenteados com uma adorável estatueta do Menino Jesus de Praga, Livro histórico do Educandário e outros mimos. 
O melhor porém, foi a felicidade que isso tudo nos causou. 
Desejamos, com muito carinho, agradecer à Direção da Escola, à Orientação Escolar e à simpática professora Maria da Graça.