LAGUNA.

NÃO VERÁS LUGAR COMO ESTE.
AMA DE VERDADE
A TERRA EM QUE NASCESTE

sábado, 7 de abril de 2012

FELIZ PÁSCOA


O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo ( imagem google)
texto márcio josé rodrigues

Em nossos tempos de criança, a Semana Santa era como uma sombra de medo que pairava sobre nossas cabeças.
Na Sexta-feira Santa, Deus estava morto e o demônio tomava conta do mundo, sozinho.
Quando acordávamos na manhã de sábado, era como um dia de libertação do fardo, esperança, desafogo, dia de malhar o Judas e castigá-lo pele traição. Ninguém queria ser chamado por esse nome e por causa dele oíávamos os judeus.
Judiar era verbo de maldade, falta de compaixão.
Odiávamos Judas e amávamos Jesus.
 Mas... Jesus, Nossa Senhora e São José eram judeus e isso complicava um pouco nossas cabecinhas.

No domingo acordávamos cedo e nem sequer tomávamos café da manhã. Era uma  correria para o quintal, à procura da cesta que o "Coelhinho da Páscoa" deveria ter escondido em algum lugar.

Depois, a missa das crianças na Matriz.

Sabíamos, no entanto, que o Cordeiro havia vencido a morte, ressuscitado vitorioso.
Com isso estava aberto para todos nós o caminho da eternidade pelos méritos da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus.

Talvez tenhamos fixado em nossos corações para sempre, a imagem de JESUS RESSUSCITADO, através do carinho dos nossos pais , tios e avós, naquelas lindas cestas enfeitadas e cheias de ovos de chocolate trazidos de madrugada pelo coelhinho da Páscoa.

Com aquela didática de amor e ternura, ficou tão gostoso a gente continuar amando JESUS nos dias de hoje,

FELIZ PÁSCOA.