LAGUNA.

NÃO VERÁS LUGAR COMO ESTE.
AMA DE VERDADE
A TERRA EM QUE NASCESTE

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

SOU UM SEPTUAGENÁRIO

Casquinhas de siri, típicas de Laguna, Brasil - Entrada para almoço, por Graça Rodrigues.
Na data de hoje, 23 de agosto de 2011, acordei-me com 70 anos de idade.


  Levantei tarde. O dia está chuvoso e muito frio em Laguna. Espreguicei-me e desci para o café da manhã, quase hora de almoço.


Como o meu tempo voou, pensei em pensar!
Mas, achei o dia semelhante a todos os demais, ensolarados ou  dias nublados e frios. O café com leite estava quentinho e o pão fresco.


Sentei-me, depois,  ao computador para rever as incontáveis mensagens que recebi pelo Face-book, e responder aos emails de congratulações.
Também telefonemas, homenagem nos programas de rádio, mensagens telefônicas, flores, livros, vinhos, perfumes, mas sobretudo curti para nunca mais esquecer o carinho de tantas pessoas, que nem achei jeito para agradecer.

 Ainda estou com as impressões do dia de ontem.
Os filhos, o único investimento financeiro que fiz nesses anos, e netos já haviam almoçado aqui em casa no domingo e retornado aos seus trabalhos e escolas, quase todos em Florianópolis. O combinado é que não haveria festa, pois o dia do aniversário, 22, caiu em segunda-feira.

Domingo à noite, Padre Itamar fez uma baita surpresa para mim na missa da matriz de Santo Antônio dos Anjos, uma breve e bela alocução sobre esta minha pessoa e no final, todos cantaram parabéns. Cheguei em casa com o astral a mil.
 Graça, minha atual namorada há meio século, precaveu-se com alguns salgadinhos para o caso de algum amigo aparecer.
Acertou na mosca. Vieram exatamente aqueles que não precisam de convites no dia de te abraçar.
Ganhei uma serenata. A turma de escritores, poetas e "cantores" do grupo "Carrossel das Letras", trouxe violão e  acabou promovendo uma festa inesperada, dessas que saem melhores que a encomenda.

Tenho uma porção de coisas na cabeça para fazer.  Quero fazer umas reformas na casa, uns armários, comprei uma tv  Led 3D.
Hoje tive agenda cheia no consultório, atendi a várias pessoas, dois casos eram de dor aguda, outro, uma moça de um belo sorriso para reparar uma fratura no incisivo central e mais alguns de rotina e continuidade de tratamento. 
Uma senhora foi-me encaminhada para um caso teimoso de escurecimento de um dente.
Outra pessoa, com lesões dentárias severas por tratamento com radioterapia.
Estou há 47 ao lado dessa cadeira odontológica, nesse quase meio século, nem me lembro quantas delas troquei, pois o design e a tecnologia mudam rapidamente e gosto de estar em dia.

 Vou postar esta matéria no blog daqui a pouquinho, dar uma revisada nos emails, ler mais algumas páginas de " O Décimo Primeiro Mandamento" de Abraham Verghese e quando me deitar, agradecer a Deus por todas as mordomias e benesses, ler alguma coisa da Bíblia no iPad e estudar um pouco nos sites de odontologia, ver materiais e técnicas novas, para me atualizar.
Sou do último dia de leão e, embora não creia em horóscopos, coincidentemente sou vaidoso, auto-confiante, acho que sou comunicativo,  não tolero prejudicar pessoas e por isso respeito-as profundamente. Gosto de fazer tudo perfeito. Ainda preciso estudar muito para melhorar meu trabalho. Amanhã visto-me de branco da cabeça aos pés e recomeço o meu "dia de rotina".

texto e postagem Márcio José Rodrigues