LAGUNA.

NÃO VERÁS LUGAR COMO ESTE.
AMA DE VERDADE
A TERRA EM QUE NASCESTE

sábado, 4 de fevereiro de 2012

MEDO


Composição sobre imagem Google - mjr
por márcio josé rodrigues


Quando o medo, algoz que atormenta,
E invade as tuas noites solitárias,
Em cada canto escuro, se apresenta
A imagem do fantasma, imaginária.

Vampiro negro de asas monstruosas
Que se debruça e te oprime o peito
Em sombras de mistério, tenebrosas,
E te sufoca no teu próprio leito.

Sofrer desse pavor,  dor impiedosa,
Sentir o coração batendo incerto.
Lá dentro, fria, a garra poderosa,
Cruel, tenaz, sem afrouxar o aperto.

Espectro que não se mostra, entanto,
Demônio oculto, a aparecer num instante,
Presença ruim envolta em negro manto,
Prestes a troar, num grito horripilante.

Dispara o coração à ânsia atroz de morte,
Úmidas as mãos, o frio, a mente torturada.
Da dor, o medo é sempre a dor mais forte.
- Acende a luz! Sem sombra, o medo é nada!

Laguna, Brasil fev/2012