LAGUNA.

NÃO VERÁS LUGAR COMO ESTE.
AMA DE VERDADE
A TERRA EM QUE NASCESTE

quarta-feira, 20 de abril de 2011

PÁSCOA

por  Márcio José Rodrigues

Quando uma fogueira
deixa de receber novas achas,
do que era fogo,
sobram apenas cinzas.
quem sabe, um resto tímido de calor.

se o vento sopra remexendo os restos,
vai encontrar algum carvão em brasa
que ainda teima em queimar.

se, sobre ele colocamos
delicadamente  alguns gravetos
poderemos reavivar o antigo lume,
que renasce, aquece e ilumina.


quando esquecemos
nossos mais sagrados projetos
quando também se extinguem
a fé e a esperança
restam apenas as cinzas
da solidão e da tristeza.


mas, tenho uma boa nova.
mesmo que abandonemos nosso fogo de vida,
quando tudo parece cinza,
permanece lá dentro escondido,

Cristo,

o carvão teimoso que aguarda
apenas o retorno dos nossos gravetos
e um sopro da nossa saudade,
posto que às vezes O temos esquecido.

pois que,
o vento da ressurreição
possa soprar sobre teu lar
reacender todas as tuas reservas
de fé, esperança  e vida.


Cristo ressuscitou!
Feliz Páscoa.