LAGUNA.

NÃO VERÁS LUGAR COMO ESTE.
AMA DE VERDADE
A TERRA EM QUE NASCESTE

sábado, 11 de maio de 2013

MÃES



O segundo domingo de maio sempre evoca ternura e acende o velho lume de um amor diferente que faz dançar nas labaredas, imagens da felicidade na sua forma mais pura e mais divina.

Dia das mães.
Dia do verdadeiro amor, 
Do amor  paradigma para tudo aquilo que se quer fazer de amor.
Amor desinteressado,
Heroico,
Imagem google
Verdadeiro,
Ilimitado,
Porquanto eterno.

Ao imaginar da figura de minha mãe, 
Contemplando a mãe dos meus filhos,
Minha irmã,
Minhas filhas,
As muitas mães em nossa família,
Nas famílias dos amigos, 
Nas famílias da minha aldeia,
Nos exemplos diários das notícias,

Todas as mães,
Todas as avós,
As mães que se foram,
As que estão apenas começando,
Aquelas que adotaram filhos de ninguém,
As mães que sofrem as ausências de filhos distantes,

A ausência eterna dos filhos levados pela indiferença da pátria,
Mães das favelas,
Mães das tribos indígenas,
Mães das filas e dos corredores dos hospitais.
Aquelas outras esquecidas, abandonadas,
Órfãs de filhos vivos.

Abençoadas,
Anjos terrenos,
Imagens puras de Deus.