LAGUNA.

NÃO VERÁS LUGAR COMO ESTE.
AMA DE VERDADE
A TERRA EM QUE NASCESTE

domingo, 8 de julho de 2018



Distância  - por Henrique Helion Córdova

             
Meus sonhos, freqüentes, velozes, mais velozes que eu, são sempre inalcançáveis;
Minhas jornadas, ágeis, intensas, em busca dos prêmios oníricos, são incansáveis.
Meus variados sonhos prosseguem insistentes e persistentes, agressivos e impiedosos;
Minhas jornadas, mais penosas,
negam-se ao esmorecimento leniente dos medrosos.
Inesperadamente, sonho que o mistério de minhas quimeras será desvendado nas próximas primaveras;
Mas, no setembro da revelação prometida e tão esperada , não mais que acordei extenuado, deveras.
Não obstante , quero continuar sonhando, até que as minhas forças, exangues, suplantem todas as eras.

Henrique Helion Velho de Córdova
é escritor e poeta catarinense, nascido em São Joaquim em 21 de dezembro de 1938. 
Homem de extensa cultura jurídica e humanística é considerado um dos mais primorosos oradores do Estado de Santa Catarina.
Na vida profissional destacou-se como advogado (UFRGS) e na política, como vice- governadopr do estado, ocupando a gevernadoria nos anos 1982/1983.
Também exerceu mandatos de deputado e, principalmente, como Deputado  à Asembleia Nacional Constituinte de 1988.
Postar um comentário