LAGUNA.

NÃO VERÁS LUGAR COMO ESTE.
AMA DE VERDADE
A TERRA EM QUE NASCESTE

segunda-feira, 7 de maio de 2012

LAGUNA RENASCE NA FESTA DE SANTO ANTÔNIO

Cartaz oficial da festa de 2012. Fotografia da imagem em madeira "encarnada", em tamanho um pouco maior que o natural, representando Santo Antônio com o Menino de pé sobre o livro das Sagradas Escrituras 
texto e postagem márcio josé rodrigues
A Festa de Santo Antônio dos Anjos da Laguna é uma das mais tradicionais manifestações religiosas do Brasil.
Seu cunho de origem portuguesa, fruto de uma colonização que remonta há mais de trezentos anos, traz ainda nos dias de hoje, a manutenção fiel de modelo barroco das cerimônias celebradas em latim e musicadas por coro, orquestra e acompanhamento popular.
Durante os treze dias de festejos a multidão que que comparece tem motivos de sobra para momentos de emoção e fé, com as cerimônias e procissões, celebradas sempre com a maior pompa e tradição.
Espetáculo à parte é a transladação da imagem do santo, desde uma das igrejas dos bairros Magalhães ou Roseta, alternadamente a cada ano. O cortejo é acompanhado pelo clero, a Irmandade de Santo Antônio (*259 anos), os casais de "Festeiros", autoridades governamentais, as Bandas Musicais União dos Aristas(*) e Carlos Gomes(*), ambas seculares e a primeira, a mais antiga do Brasil em seu gênero (152 anos) , além de milhares de fiéis devotos.
Durante todo o trajeto a imagem é saudada por uma profusão assustadora de fogos de artifício que partem de empresas, residências dos festeiros e de devotos, agremiações. 
A chegada dessa procissão à Igreja Matriz é inenarrável, momento apoteótico, com um espetáculo pirotécnico para gravar na memória.
13 de junho é o dia oficial, dia da morte de Santo Antônio, quando se celebra missa festiva pela manhã e procissão à tarde.
Em toda a duração da festa, o público diverte-se com as quermesses, stands de gastronomia, churrasco, tendas de guloseimas na praça, shows musicais, teatros, apresentações culturais, artesanato, folclore, bailes, exposições.


É um assunto tão sério, A TREZENA,  que precisa ser urgentemente tombada como PATRIMÔNIO IMATERIAL DO BRASIL.
Com a responsabilidade, o IPHAN.


(*) as entidades marcadas, funcionam ininterruptamente durante todos os seus anos de existência.